Preguntas Frecuentes Preguntas Frecuentes
Preguntas
Frecuentes

Leitura: Vista o pijama e trabalhe em casa

         Trocar o nervosismo do trânsito e a obrigação de vestir terno e gravata pelo conforto de trabalhar em casa tem feito parte da rotina de profissionais liberais e executivos de grandes empresas. De seu home offices fazem seus negócios e podem se dar ao luxo de passar o dia de pijama com os pés para cima. De quebra, sobra mais tempo para a família e para o lazer. Cerca de 21 milhões de pessoas nos Estados Unidos trabalhavam uma parte do dia em casa. Estima-se que mais de 10 milhões de americanos utilizem algum tipo de tecnologia para comunicação virtual. No Brasil, o número de profissionais que controlam seus negócios a partir de um home office cresce ano a ano.

         Brincar de globalização dentro de casa tem seu charme. Para começar a montar um home office, um computador robusto é fundamental. Alguns micros transformaram-se em verdadeiras centrais de entretenimento. São, ao mesmo tempo, TV, vídeo, fax, aparelho de som e telefone viva-voz.

         Se, além de trabalhar em casa, a ideia for visitar clientes, os notebooks podem ser uma opção. Conjugados aos celulares, permitem que o “escritório” acompanhe o profissional aonde quer que ele vá. Além do celular, não se deve prescindir de uma linha telefônica extra – caso contrário, você correrá o risco de seu filho de dois anos atender ao telefonema de um cliente. Se você não dispõe de um aparelho celular ou uma linha telefônica extra, com o pager é possível até receber mensagens enviadas para o seu e-mail na Internet.

         O sucesso do chamado escritório virtual está nas facilidades adquiridas com novas tecnologias e no desenvolvimento de serviços específicos para esse público. A virtualidade, a chamemos assim, é um dos personagens centrais da onda da globalização.

         Nem só aqueles que sonham passar o dia todo em casa têm sucesso com o mundo virtual. Uma leva de executivos passa parte do tempo em casa e parte no escritório, sem horários fixos. Eles recorrem à comunicação por correio eletrônico para boa parte das tarefas do trabalho. Procuram, ainda, estar o máximo de tempo possível à disposição dos clientes. Livre dos compromissos diários dentro da empresa, o profissional pode produzir mais. Desde que consiga manter uma disciplina rígida e não deixe o serviço de lado, em plena manhã de segunda-feira, para brincar com o cachorro no jardim. Quem adota um esquema de trabalho virtual precisa organizar muito bem o tempo, caso contrário vai se perder. Além disso, a pessoa deve estar preparada para tomar decisões importantes sozinha, já que não terá o chefe sempre à frente para consultar.

         Vejamos a opinião de uma das pessoas que optaram por trabalhar em casa: “Trabalhar em casa me dá enorme prazer, mas às vezes sinto necessidade de sair, de ter o contato mais pessoal com quem me relaciono profissionalmente”. Para não mergulhar na eterna solidão, ainda que conectado ao mundo pelos computadores, ele decidiu por um modelo, digamos, híbrido de trabalho. “Três dias em casa, dois no escritório. Essa talvez seja a solução ideal”, afirma.

Complete as orações, de acordo com o conteúdo do texto acima:

a. Uma vez que você cuida dos seus negócios em casa,

b. Trabalhando em casa você vai produzir mais desde que

c. Ao montar um home office é imprescindível ter uma linha telefônica extra, para que

d. Caso não tenha uma linha telefônica extra,

e. Embora o executivo esteja conectado ao mundo através do computador, ele

f. Quanto menor for o contato direto com colegas e clientes,

g. A pessoa entrevistada se sentiu tão solitária que